Slide

Tendências Masculinas para Primavera/Verão 2019

Esta aberta a temporada mais florida feat. quente do ano e é obvio que o MC vai trazer pros homens de plantão as tendencias que vão bombar nas próximas estações. Pegue nossas dicas adeque ao seu estilo e ahaze.

Dica 1 – Camisas Listradas: as listras verticais vem com tudo nessa estação, as camisas, calças, shorts e bermudas com um toque listrado serão as queridinhas do momento.

Dica 2 –  Cores e lavagens desgastadas: Opte por uma peça de lavagem mais clara, tons pasteis para compor seu look. Vale lembrar que pessoas negras se privilegiam por conta do contraste que as peças claras dão ao tom de pele, se você for branco, cuidado para que a estampa clara não te deixe muito pálido.

Dica 3 – Come back dos anos 90: Não é de agora que algumas peças e até mesmo o jeito de usar algumas peças do guarda-roupa masculino dos anos 90 estão de volta. Para a próxima estação a camiseta por dentro da calça e o próprio listrado que já comentamos volta com tudo.

Dica 4 –  Ugly tênis ou Chunky Sneakers: Que a moda masculina está cada vez mais esportiva, isso já sabemos e então pegando um gancho nessa macro tendencia, os tênis esportivos mais grandões estão ganhando espaço. Sabe aqueles tênis grosseiros que fica no limite entre o estiloso e o cafona, então, são esses tênis que serão tendencia.

Dica 5 – Calça com a Lateral Listrada: simples e objetivo as listras laterais estão com tudo, as calças esportes são mais interessantes para compor esses tipos de looks. A listra alonga as pernas, dando todo detalhe no look.

Dica 6 – Estampas Tropicais: camisa florida, camisa cubana, camisa resort…. seja o que for, é chegada a hora de tirar aquela camisa antiga do closet e botar ela pra jogo. Brinque com as estampas, tecidos e decotes, deixe seu look mais despojado com essas peças.

Bora juntar todas as dicas e adequar seu guarda-roupa pra próxima estação?!?!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


MERCADO PUBLICITÁRIO EM ALTA

O mercado que envolve as agências de modelos é muito vasto, as meninas e os rapazes que fazem parte do seu casting podem atuar em diversas situações, tanto em impressos, quanto em vídeo. O seu principal objetivo é sempre buscar satisfazer os seus clientes e atender todas as suas expectativas, afinal, existe uma competição bem intensa. E para fazer bem o seu trabalho, as agências costumam procurar sempre pessoas que estejam dentro daquele perfil que consideram ideal, a fim de agradar o maior número possível de solicitações. Entre as características mais exaltadas estão um “rosto bonito, harmonioso e simétrico”, porém, ter somente um rosto bonito não basta, “é necessário ter sempre uma grande variedade”, pois é impossível saber o que o cliente irá solicitar naquele momento.

Seguem abaixo alguns exemplos de modelos que podem ser requisitados principalmente para a parte comercial.


ELES ESTÃO CONSUMINDO MAIS MODA

                                                           ELES ESTÃO CONSUMINDO MAIS MODA

Desde 2012, a presença da moda masculina vem crescendo nas passarelas do mundo todo. A estratégia também foi notada no Brasil. Especialmente na última edição da São Paulo Fashion Week, realizada no final de março deste ano, quando importantes grifes nacionais destinaram mais ênfase para esse público em suas coleções.

Para quem ainda pensa que a moda masculina está apenas pegando uma carona mais espaçosa nos lançamentos das marcas, chegou a hora de pesquisar o universo de forma mais abrangente. Paris, Londres, Milão e Nova York já realizam semanas de moda exclusivas para eles e os blogs, brasileiros ou não, estão repletos de notícias sobre os eventos.

Eles, por sua vez, estão antenados. Aliás, antenadíssimos! Comportamento que se reflete nos números do setor. O Instituto de pesquisas MarketLine estima que no Brasil o volume de negócios da moda masculina cresça de US$ 18 bilhões (2013) para US$ 23 bilhões (2018).

A revista Época, em uma matéria na qual decreta que a vez dos homens chegou, revela que eles alcançaram as mulheres na frequência ao shopping: pela primeira vez o público masculino representa metade dos frequentadores no país e estão comprando, em média, cinco vezes ao mês.

O fato é que esse comportamento efervescente em torno da moda é percebido em toda a população do gênero masculino. No segmento C e D, por exemplo, 54% dos homens se interessam por moda e 61% afirmam optar por roupas de marcas conhecidas.

Também não pense que esses consumidores vão buscar suas roupas em lojas mais baratas. Um estudo do SEBRAE sobre o perfil dos segmentos C e D, revela que eles não estão dispostos a arriscar em compras de qualidade duvidosa, visto que não podem comprometer seus orçamentos com produtos que não vão utilizar.

FONTE

 SITE SEBRAE

MERCADO PLUS SIZE EM ALTA

CRESCIMENTO DO MERCADO PLUS SIZE COMEÇA A CHAMAR A ATENÇÃO DAS MARCAS

 

 A principal razão para o sucesso de qualquer produto é a demanda. Se os consumidores precisam e querem alguma coisa, certamente o produto será um sucesso. E se tem um produto que os consumidores precisam e definitivamente ainda está em falta no mercado são roupas para quem veste GG (ou mais). E é justamente por isso que o segmento do Plus Size pode ser uma ótima opção de investimento para varejistas que querem crescer.

 

Crescimento

De fato, o Plus Size é um segmento que tem crescido bastante, mesmo em tempos de crise.

“O varejo de vestuário tem acompanhado a demanda dos consumidores pelos tamanhos diferenciados. As grandes marcas vêm ampliando suas opções de tamanhos maiores no lançamento das coleções. A moda é inclusiva em vários sentidos, não somente artigos de vestuário como acessórios com extensores, mas também com gargantilhas e pulseiras, por exemplo”, comenta Edmundo Lima, diretor executivo da ABVTEX – Associação Brasileira do Varejo Têxtil.

De fato, no último ano foram várias iniciativas das grandes marcas para atingir este público, como o da Renner e da Riachuelo. Dessa forma, as estimativas de crescimento do IEMI fazem todo sentido.

Satisfação

“Imagine uma pessoa acima do peso, que se sente bem com o seu corpo, amada por seu companheiro(a) e que deseja comprar uma roupa ideal, de uma marca de desejo, para uma ocasião especial, ou simplesmente para se presentear. Pois bem, atualmente, na maioria dos casos, este consumidor se sente excluído e rejeitado pelas marcas, pois sabe que ao entrar na loja o vendedor, ao verificar suas medidas, não terá praticamente nada para lhe oferecer”, analisa Marcelo Prado.

“De repente, uma marca desejada lança uma coleção exclusiva para esse público, com desfiles, catálogos, vitrines e anúncios, convidando-o a conhecer uma linha completa e coordenada de tops e bottons para quem pertence a este grupo de consumidores. Não é preciso se esforçar muito para imaginar a satisfação deste consumidor, ao se deparar com isso”, continua o diretor do IEMI.

Renata Poskus concorda. Segundo ela, a cliente plus size é fiel e, se puder ter acessível a roupa dos sonhos, não vai se deslocar pela cidade em busca dela. “Todo mundo pensa em montar lojas de varejo em regiões com muitos concorrentes, o que aparentaria a garantia de vendas. Mas será que o segredo não está justamente em explorar lugares que ninguém ainda explorou?

Fonte: No Varejo


Tendências de Looks de Noivas para 2019

Mais contemporâneos, os modelos estão cada vez menos caretas, com propostas em outras cores além do branco, sem véu e grinalda e até em peças que não são vestidos. Os looks, no entanto, passam longe da simplicidade, apresentado modelagens impecáveis e detalhes luxuosos. Confira o que vai estar em alta nas próximas temporadas.


SELFIE, SELFIE MEU

Considerado por muita gente um hábito narcisista, tirar foto de si mesmo seja com uma câmera fotográfica convencional ou com um smartphone parece uma tendência que veio para ficar nas redes sociais. Depois do famoso selfie que o ator Bradley Cooper tirou na noite do Oscar, derrubando temporariamente o Twitter, com o recorde de mais de 2,5 milhões de retweetsselfie, sem dúvida, se tornou palavra corriqueira no nosso vocabulário.

Aliás, essa já era uma tendência anterior à foto em que aparecem também Meryl Streep, Julia Roberts, Lupita Nyong’o, Jennifer Lawrence, Ellen Degeneres, Angelina Jolie, Brad Pitt e Kevin Spacey, como mostra o Oxford English Dictionary, que elegeu selfie “a palavra do ano” em 2013. Mas afinal, o que o selfie pode revelar sobre o autorretratado?

O projeto SelfieCity funciona na linha “mostre-me teu selfie e te direi quem és”. O objetivo é descobrir traços culturais de uma cidade e o comportamento de seus moradores analisando esse tipo de foto. A equipe do SelfieCity coletou, ao todo, 656 mil fotos do Instagram vindas das cidades de Nova York, Bangkok, Moscou, Berlim e São Paulo, tiradas em dezembro de 2013.

Deste total, foram selecionados apenas os selfies, algo em torno de 3 mil fotos. Depois de analisar dados como a inclinação da câmera na hora do clique e se os retratados sorriem ou não, o levantamento chegou a algumas conclusões curiosas. Por exemplo:


O selfie de todos os selfies

Mulheres tiram mais selfies que os homens – Em todas as cidades analisadas, o número de mulheres que se fotografam é maior que o de homens. Em Moscou, na Rússia, essa proporção chega a 82%. A cidade onde o índice de homens e mulheres é mais próximo é Bangkok, na Tailândia, com 55%. No Brasil, a cidade escolhida foi São Paulo, onde as mulheres chegam a 65%.

Elas são mais ousadas – Segundo a pesquisa, as mulheres tendem a tirar fotos mais sensuais do que os homens. Em São Paulo, a tendência é ainda mais acentuada: as paulistanas querem enquadrar não só seus rostos, mas também seus corpos nos selfies.

A maior parte dos selfies é feita por jovens – Eles têm em média 23 anos. Em Bankcok, são mais novos, 21 anos. Já em Nova York, mais velhos, 25 anos.

Os mais sorridentes estão em São Paulo – Os moradores de Sampa só perdem em sorriso para o pessoal simpático de Bangkok.

Os menos sorridentes estão em Moscou – Junto com os moscovitas, no quesito cara séria os moradores de Berlim estão ali, ali.

Fonte: Bayer Jovens